Se acontece está aqui

Anuncio Topo

Lia Clark fala sobre lançamento do álbum ''LIA (pt. 1)'' e vontade de trazer nova turnê ao sul

O evento ocorrerá no dia 12/02/2022

A cantora e compositora Lia Clark, nacionalmente conhecida como a drag queen do funk, lançou recentemente seu terceiro álbum de estúdio, intitulado: “LIA (pt. 1), primeira parte de seu novo álbum homônimo. Ouça!

Com importante histórico de lançamentos, como o EP “Clark Boom” (2016) e o álbum “É a Pista” (2018), a artista passa por um momento intenso em sua vida, em que se sente conectada com sua arte, sua essência e preparada para seguir inspirando e sendo referência nesse universo. 

Aproveitamos o lançamento e conversamos com a artista, que relata o processo de criação do álbum, suas inspirações no funk e quem sabe, em breve, uma turnê pelo sul do país.

Tá incrível, confira!

ST) - Lia, como foi o processo de criação do novo álbum?

Lia – O processo de criação veio meio que no desespero de não ficar louca na pandemia, coloquei na cabeça que precisava trabalhar, comecei a fazer vídeos para o YouTube, conteúdo para as redes e senti que isso não me supria, que eu gosto muito de fazer música, mesmo sabendo da importância da influência das redes-sociais para o artista e do impacto dela. E veio a vontade de buscar novos materiais, já estava saturada com o segundo álbum de estúdio “É a Pista” (2018), e me joguei, comecei a procurar novos produtores, trabalhar com os que eu já tinha trabalhado, o Thai, por exemplo, que me apresentou o Renato Messas, que assina a maioria das composições do álbum e a gente se entrosou de um jeito que eu vou levar ele pra vida. Começamos a trocar muitas figurinhas, ideias, e expliquei que queria este conceito do álbum, ser quem eu sempre fui, Lia Clark, a drag queen, que faz funk, aquele funk fora da curva, que não visa o mainstreaming  e que está fazendo por diversão minha e das pessoas. 

ST)- Quem acompanha tua carreira, te admira pela liberdade que tem nas músicas, nas apresentações. No projeto “LIA (pt. 1)”, sentimos claramente a Lia afiada e destemida de sempre. Conta para gente, qual a importância do funk e suas vertentes na sua vida?

Lia – Exatamente isso, me sinto destemida, confiante e fazendo o meu funk nesta energia de liberdade! As vertentes do funk são muito importantes para mim, porque elas me acompanham desde o início da minha vida, a minha irmã comprava os DVDs da furacão Brasil, eu escutava muito Gaiola das Popozudas... Este funk do início dos anos 90 cresceu junto comigo, funk favela, tem o funk pop que ajudou muito na popularidade, tudo no comecinho da minha carreira, eu vi e vivi tudo isso, e agora teve toda esta onda de rave funk, brega funk... O funk tá cada vez mais evoluindo no nosso país, e eu quis tratar um pouquinho de cada, nesta primeira parte do álbum.

ST) - Nesta primeira parte do projeto você convida as artistas Pocah e MC Naninha. Como surgiu a ideia destes feats?

Lia – Com a Pocah, desde que eu comecei a minha carreira, sempre visei uma parceria com ela, desde quando ela ainda era a MC Pocahontas, até rolou uma conversa para participar do meu segundo álbum de estúdio, (É a Pista), mas não foi pra frente, e quando comecei a produção deste disco, eu sabia que era neste que ela ia entrar. Ai cara, antes de eu começar a fazer música eu lembro que ela era inspiração pra mim, lembro da música “Mulher do Poder”, que eu escutava muito com minhas amigas drags, que a gente era meio uma gangzinha, ela sempre foi meu sonho, inspiração total. A MC Naninha pra mim, é uma funkeira que desde que eu vi pela primeira vez na internet eu achei a figura, a pessoa, a entonação, a energia de uma artista que realmente vai pra frente, e eu senti que queria gravar com ela, e a música foi muito sem querer, do nada veio o refrão na minha cabeça, sabia que era a música que queria apresentar pra ela... Ela é uma das novas promessas do funk!

ST) - Uma semana após o lançamento, como seus fãs receberam o novo projeto?

Lia – Melhor impossível, real, eu sabia que a galera ia gostar, tava muito confiante, falava isso para os meus amigos, mas quando saiu, foi mais, além dos meus fãs outras pessoas começaram a escutar e elogiar, entenderam a energia e a vertente que eu quis trazer neste trabalho. Eu recebi muitos elogios da evolução musical, como um todo, produção, letras, de voz... Todo mundo entendeu que a Lia Clark é babado! (risos)

ST) - Para encerrar, queremos Lia no sul do país. Terá turnê nova passando pelas terras gaúchas?

Lia – Ai gente, eu espero que sim! Eu fui uma vez pra Porto Alegre e no sul em geral poucas vezes, mas faz muito tempo que eu não vou, obviamente por causa da pandemia, mas mesmo assim na era da “Pista Tour”, eu fui pouco pra lá, eu sei que tá tendo negociação de show pra Porto Alegre, mas ainda não tem nada fechado, então é rezar e a galera pedir muito, porque com certeza eu quero ir pra aí!

Créditos da imagem: @maicondouglasfotografia

@supertrasado
Tags: Bate Papo
Contato

contato@supertransado.com.br

Redes Sociais
Apoie nosso Trabalho

PIX  PIX:  

contato@supertransado.com.br

Imagens Recentes
Rap in Cena com Mano Brown, Filipe Ret, L7nnon e mais arrecadam  doações para as vítimas das enchentes
Show beneficente no Vivo Rio reúne grandes artistas para arrecadar fundos para o RS
 Salve o Sul: Setor de eventos se une e cria festival beneficente em prol do RS
Agenda Opus - Shows adiados por conta das chuvas no Rio Grande do sul
Festival beneficente em Florianópolis e São Paulo irá destinar arrecadação para vítimas das enchentes
Festival Turá é adiado em Porto Alegre, confira comunicado oficial do evento
Show de lançamento do álbum Poesia Brasileira, de Andiara Mumbach e Marcel Estivalet, é adiado
Clarice Falcão lança álbum 'Truque' com show no Opinião em maio
Festival de Cinema de Gramado abre inscrições para o cinema gaúcho
Dia Nacional do Reggae terá show da banda Raiz Tribal no Quarto Distrito
Bruno Mars anuncia shows no Brasil em outubro passando por Rio De Janeiro, São Paulo e Brasília
ADIADO - Porto Alegre recebe espetáculo Metallica Symphonic Tribute neste domingo (5)
ADIADO - Teatro Sesc Canoas apresenta 'Tributo a Elis Regina' neste sábado (04)
Mauricio Manieri retorna a Porto Alegre em junho para show especial de 'Dia dos Namorados'
Celebração ao Dia Mundial do Rock traz a Porto Alegre Raimundos, Comunidade Nin-Jitsu e Ultramen

© Super Transado 2015-2024. Todos Direitos Reservados. Design By BinaSul