Super Transado
Se acontece, está aqui

Entrevista: Rodrigo Suricato fala sobre o novo álbum 'Nas Mãos da Flores'

Agosto 07, 2019
Autor / Fonte: Super Transado


Entrevista: Rodrigo Suricato fala sobre o novo álbum 'Nas Mãos da Flores'

Rodrigo Suricato acaba de lançar seu terceiro álbum de estúdio “Na Mão as Flores” (Universal Music), todo composto, arranjado, tocado, interpretado e produzido por Suricato. No novo projeto o artista fala sobre positividade, utopia nas 11 canções que compõe o disco.

Aproveitamos e batemos um papo com cantor, sobre o lançamento do novo projeto, processo de criação e muito mais, confira:

Para ouvir, “Na Mão as Flores”: AQUI

 

ST)- Entre nós, “Na Mão as Flroes, o que podemos esperar novo projeto?

Suricato - É meu álbum mais pop, construído a partir de um desenvolvimento pessoal intenso onde toquei, compus e produzi. A cereja do bolo é que estarei sozinho no palco defendendo um formato único de show, multi-instrumentista e inovador até agora.

 

ST)- O que difere o novo álbum dos demais projetos já lançados?

A maneira como foi gravado, sem necessitar de uma banda. Acho que estou no auge da minha composição. Produzi o trabalho todo com a ajuda de um grande amigo, Marco Vasconcellos.

 

ST)- Você diz que: o disco nasceu autobiográfico mas conta sobre todo nós, onde mostra uma positividade emocional e também social, fala sobre utopia, e mais... Temas que sobra e falta ao mesmo tempo em nossa sociedade,  o que gostaria de transmitir com as abordagens?

Que a transformação começa no indivíduo. A terra já girou muitas vezes e mudamos pouco. Existe uma natureza humana a ser superada, cuidada, para que possamos ser melhores para o mundo.

 

ST)- Você regravou "Como Nossos Pais", do saudoso Belchior, única canção não autoral lançada em “Na Mão as Flroes”, porquê?

O contexto político social se repetindo e a observação que ela continua incrivelmente atual. Por conta dos nossos mesmos erros. Tinha tudo a ver com repertório e fiz uma versão bem blues, estilo que Belchior era fã.

 

ST)- Cantor, poeta, multiinstrumentista, produtor e compositor... Você respira a arte?

Respiro vida e utilizo a arte como instrumento de comunicação com o mundo.

 

ST)- Com o disco lançado, próximo caminho pegar estrada? Quais os planos?

Aproveitar a liberdade de ter dois trabalhos simultâneos, Barão Vermelho e Suricato e ir pra estrada com os dois.


Mais Fotos