Super Transado
Se acontece, está aqui

Entrevista: Aretuza fala sobre o novo single 'Dodói', parceria com Thiaguinho MT

Junho 19, 2020


Entrevista: Aretuza fala sobre o novo single 'Dodói', parceria com Thiaguinho MT

Aretuza Lovi e Thiaguinho MT, lançam nesta sexta-feira (19), o novo single “Dodoí”. A faixa é composição da artista em parceria com o renomado trio Dogz (Pablo Bispo, Ruxell e Sérgio Santos), Aretuza traz uma nova homenagem ao Nordeste.

“Tenho buscado mostrar a brasilidade, vejo que é muito a minha verdade, é o que eu gosto de ouvir e o que eu quero cantar, “Dodói” veio com a sucessão de “I Love You Corote”, um brega funk, que fala de amor, é dançante...” Afirma Aretuza. 

Aproveitamos o lançamento e batemos um papo com a cantora, onde fala sobre isolamento social, representatividade LGBTQIA+ e sobre processo de criação de “Dodói”.

Ouça DODÓI nas plataformas digitais.

ST)- Primeiramente, como você está passando este momento delicado que o país vive, devido a Covid-19?

Aretuza - Estamos todos no mesmo barco! Eu estou reclusa na minha casa, fazendo meu papel de cidadã, cumprindo todas as normas para que isso se normalize logo, aproveitando o meu tempo para me reinventar, me conhecer melhor, colocar em prática coisas que eu não tinha tempo de fazer, estou focada em me cuidar mentalmente.

 

ST)- Como você vê o momento para se reinventar?

Aretuza - Não vejo que seja o momento, mas sim, a vida é para se reinventar, não podendo se acomodar em nenhuma situação, e tendo a certeza de que tudo, é uma eterna evolução.

 

ST)- Chega as plataformas digitais nesta sexta-feira (19), seu novo single “Dodói”, o que o público e seus fãs podem esperar?

Aretuza - Tenho buscado mostrar a brasilidade, vejo que é muito a minha verdade, é o que eu gosto de ouvir e o que eu quero cantar, “Dodói” veio com a sucessão de “I Love You Corote”, um brega funk, que fala de amor, é dançante... Com esta canção quis homenagear Recife, a capital do brega funk. Todas as faixas deste novo EP são homenagens a lugares que eu já morei, e “Dodói” está aí para homenagear esta capital linda. O mais interessante é que a faixa está escrita a muito tempo, antes mesmo de “Geladinho”, mas sabia que ainda faltava alguma coisa para lançar, uma pitada diferente, aí que chegou o Thiaguinho MT, que colocou muito mais do que a voz, colocou a personalidade, e o resulta ficou maravilhoso.

 

ST)- “Dodói” traz um ritmo com muita brasilidade, uma homenagem ao nordeste brasileiro, até então você vinha com uma pegada bem POP, como apresenta este seu novo momento artisticamente?

Aretuza - Na verdade o tecno-brega já faz parte do meu trabalho desde o meu primeiro EP lançado em 2013, sempre fui muito apaixonada pela brasilidade, o Brasil é um dos países mais ricos musicalmente, a gente vive muito imerso ao POP, e com a obrigação de fazer POP, e eu quis levar o regionalismo do norte e nordeste para que todo país possa conhecer, buscando varias referências de coisas que eu gosto e escuto.

 

ST)- Como surgiu o convite desta parceria com Thiaguinho MT?

Aretuza - Temos amigos em comum, eu amo as músicas do Thiaguinho, consumia nas plataformas digitais, mas pra mim, feat é uma questão de verdade, compatibilidade musical, histórias. Até então, todas minhas parcerias foram com mulheres, tinha a vontade de fazer com um homem, mas sempre acreditei que na hora certa Deus me mostraria, e aí surgiu, mostrei a música, quando eu ví ele já estava gravada e com a personalidade dele, tudo muito rápido e ficou linda!

 

ST)- Você é uma artista importantíssima da cena LGBTQIA+, em “Dodói” você frisa que o amor é uma ferramenta de cura importante, lançada no mês do Orgulho a toda comunidade, coincidência um apelo por mais empatia?

Aretuza - É uma coincidência, porque eu como LGBTQIA+, tendo a minha representatividade, minha militância não é apenas no mês de junho, todos os meus segundos, horas, meu respirar, já é uma militância no Brasil. Assim coincidiu do lançamento ser neste mês, não foi nada planejado por conta do mês de junho, como eu já disse, tenho muito orgulho de tudo. O importante é que serve para solidificar as parcerias, a união, Thiaguinho vem de um meio totalmente diferente da nossa diversidade, que apoia e acredita nas nossas causas e lutas,  isso é muito importante.

 

ST)- Para concluir manda um recadinho para seus fãs gaúchos!

Aretuza - Para que não sabe eu tenho descendência gaúcha, meu pai é daí, de Tupanciretã próximo a Santa Maria, quero mandar um beijo pra todo mundo, agradecer a cada um de vocês pelo carinho, e dizer aos meus fãs gaúchos que em breve estarei por aí, meu sentimento mesmo é de gratidão.

 

Foto: Aretuza por Gabriel Renne

Retouch por ERNNACOST.


Mais Fotos