Super Transado
Se acontece, está aqui

Cantora Nila Branco em um bate-papo sobre o belíssimo e recém-lançado 'Azul Anil'

Junho 06, 2018
Autor / Fonte: Super Transado


Cantora Nila Branco em um bate-papo sobre o belíssimo e recém-lançado 'Azul Anil'

Com o recém-lançado “Azul Anil”, Nila Branco, volta às paradas musicais com um projeto que fala de amor. Um repertório composto por 11 faixas, marcado por  parcerias com compositores de diferentes locais do Brasil.

Aproveitamos a oportunidade e conversamos com a artista sobre o recém-projeto, etapas de produção, e também, algumas novidades para o ano de 2018.

Confira a seguir!

 

ST- “Azul Anil”, é aquele disco para levar junto no carro, em passeios, ouvir a qualquer hora,  era esse o objetivo?

Nila- O propósito do CD Azul Anil é que ele seja ouvido por pessoas que amem a vida, que acreditem no futuro mesmo quando tentam nos roubar esta possibilidade. Eu adoro quando tenho um feedback de um fã dizendo que está viajando de carro e ouvindo o meu som. Deve ser porque eu adoro fazer isto: colocar músicas em alto e bom som e deixar o vento chacoalhar os cabelos! Sensação de poder e liberdade incríveis! 

 

ST- São 11 faixas em Azul Anil, e apenas uma de sua autoria, varias parcerias com compositores diferentes, de vários lugares do Brasil, conte um pouco como foi este processo de criação?

Nila- Esta fase é uma das que mais gosto e a mais importante: escolher o que vou cantar. 
Eu ouço tudo que me enviam, com carinho e atenção mas não basta uma música ser bonita, ela tem que ter algo na melodia ou na letra que me emocione, que me impressione. Com o CD Azul Anil não foi diferente, eu ouvi canções de várias regiões que chegaram até mim. Até compus bastante nos últimos tempos mas nada específico para este álbum. 

 

ST- O álbum retrata diferentes formas de amar, o cotidiano em suas provocações e seus retratos. O que a levou a seguir este caminho?

Nila- É um caminho instintivo que sigo, nada elaborado demais. Deixo minha emoção comandar, me guiar. Penso que vivemos um momento atribulado politicamente, o que afeta a vida de todos nós, inclusive a minha. Só que não quero fomentar com minha música estes sentimentos pouco nobres da revolta. Não leva a nada. Por isto, quero que minha música leve o amor e suas várias possibilidades. Leve a democracia, o livre pensar mas acima de tudo leve o amor.

 

ST- Podemos dizer que Azul Anil é bastante da cantora Nila Branco, atualmente?

Nila- Tudo o que eu canto diz muito de mim, do que eu sou e do que eu quero ser. Eu sou grata às forças do universo por poder cantar, gravar e por levar música à vida das pessoas. 

 

ST- E para o segundo semestre de 2018, o que podemos esperar ?

Nila- Quando se grava um CD, o artista que se jogar na estrada, nos palcos da vida. No segundo semestre, tenho um show mega importante de lançamento na minha querida São Paulo, Teatro Porto Seguro e shows por aí... 

 

ST- E quanto aos fãs gaúchos, terão a oportunidade de vê-la nos palcos da aqui?

Nila- Quero muito voltar a Porto Alegre, em 2018. É um lugar especial de grandes artistas e um público que gosta de boa música. Me convidem! rs rs 


Mais Fotos